• Marcos Nogueira

3 ingredientes: negroni, um drink no inverno


Algumas receitas são tão fáceis que até parecem pegadinha. O negroni é uma delas. Drink da moda e ótimo no inverno, ele leva apenas 3 ingredientes em partes iguais. A ver: gim, vermute tinto e Campari. É possível estragar um negroni? Sim, é preciso um pouco de esforço, mas dá. Para que isto não aconteça, é só ficar ligado em umas regrinhas básicas:

  1. Ingredientes de qualidade: Campari é Campari (na Itália até existem produtos similares, mas aqui nunca vi); o vermute deve ser Cinzano ou Carpano (que têm suas versões gourmetizadas); o gim em hipótese alguma pode ser Dubar, Gilbey’s ou qualquer uma dessas porcarias baratas – invista.

  2. Muito gelo, sempre. De preferência, uma pedra grande de gelo. Como sei que ninguém faz isso em casa (eu não faço), use muitas pedras normais. Quanto mais gelo, mais o gelo demora para derreter.

  3. Dê tempo ao tempo. Antes de servir o drink, mexa e espere até a bebida esfriar.

  4. Não dê tanto tempo ao tempo. Se demorar demais para servir, o gelo vai derreter, e a bebida vai ficar aguada. Faça e sirva na hora.

  5. Incremente o coquetel com algum cítrico. A receita clássica leva laranja, mas limão e tangerina também funcionam (eu prefiro com limão-siciliano).

Em tempo: se você quiser beber seu negroni fora de casa (e experimentar algumas variações bastante interessantes), tem até domingo para aproveitar a Negroni Week. A ação global da Campari acontece pelo segundo ano no Brasil, nas seguintes cidades: Curitiba, São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro, Brasília, Salvador, Lauro de Freitas, Recife e Fortaleza. Mais informações no site camparinegroni.com.br.

Posts recentes